O discurso critico do corregedor do TSE



"As fraldas e os políticos devem ser trocados com frequência pela mesmas razões!" Eça de Queiros.



O ministro do Supremo Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha(Roberto Jayme/ASICS/TCE/Divulgação)



Caros amigos e inimigos leitores,





O site da revista Veja noticia o encerramento do mandato no TSE(Tribunal Superior Eleitoral) do ministro João Otávio de Noronha que fez um discurso crítico aos escândalos de corrupção e 'manipulação da democracia'.
O ministro Noronha, criticou além dos escândalos de corrupção, o fisiologismo no Congresso Nacional. Noronha foi um dos relatores do processo que pede investigações  por irregularidades na campanha  à releição da petista Dilma Roussef. Ele disse em seu discurso de despedida que há um conjunto de crises, entre elas o do "sumiço da ética". Para ler matéria na íntegra, clique aqui!
As declarações do ministro me fazem refletir a situação atual que é de crise no país. 
Não é só uma crise econômica, realmente a ética sumiu e ao ver estes escândalos de corrupção e seus números trilionários vemos que acabou a vergonha, a seriedade, e tudo mais.
O pior de tudo isso, é ver a passividade dos brasileiros, enquanto o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB/RJ) e a presidente Dilmá Sapiens trocam farpas como se fossem dois adolescentes brigando na escola. Só falta um dizer ao outro "Te pego na saída".
Temos que admitir e reconhecer que o cidadão brasileiro tem sua parcela de culpa na crise atual. Tem culpa por não pressionar os políticos a não resolver e solucionar a crise política e econômica do país.






Enquanto temos uma recessão forte e grave, todos aceitam a crise política quietos sem fazer nada, ou se acomodando dizendo que "de nada vai adiantar" pressionar os políticos a retirarem de seu meio quem está envolto nestes escândalos de corrupção como a Petrobras, que é o principal foco dos escândalos.
Quando o brasileiro vai acordar e perceber que a solução destes problemas está com ele e não nas mãos dos políticos e sem pressionarmos vâo apenas tentar abafar  os caos e jogar a sujeira para debaixo do tapete para que tudo isso caia no esquecimento.
Até quando vamos aceitar uma máquina pública inchada com número excessivo de ministérios, deputados, senadores e o numero absurdo de mais de 100 mil cargos comissionados?  Se as despesas excessivas fossem cortadas, sabem como a carga tributária poderia ser reduzida no Brasil deixando o preço de produtos e serviços mais competitivos, tornando também o país mais atraente para a vinda de novas empresas estrangeiras ao país?
Pois é meu prezado leitor, isso só vai se resolver quando o brasileiro se tornar mais consciente políticamente e entender que se os políticos não forem cobrados e pressionados a resolver os assuntos importantes do país, nada acontece!
Os políticos brasileiros só vão mudar sua atitude quando verem que o cidadão está fiscalizando, cobrando e tomando conta do que é de todos nós e pararmos de agir como se o problema não fosse nosso! 



Devido a censura velada no Brasil, sou obrigado a alertar a todos que o blog não se responsabiliza pelos comentários dos leitores, os quais são de total responsabilidade de quem os escreve. Avisando ainda aos internautas que xingamentos e críticas são passíveis de punições judiciais.




Blog Opinião do Franco Barni, há dois anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!





*Franco Barni (MTB 29.942)





*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui



© 2014 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva








© 2014 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :