Teremos replay das Pedaladas em 2015?

"Não pergunte o que o país pode fazer por você mas, o que você pode fazer por seu país!" John F. Kennedy (ex-presidente dos EUA)








Caros amigos e inimigos leitores,





Parece que o governo da presidente Sapiens continua na rota errada também em 2015 e ainda por cima quer que o povo brasileiro pague a conta de seus erros.
 De acordo com  informações do site da revista Isto É, OMinistro Raimundo Carreiro, será o relator de processo do Tribunal de Contas da União (TCU) que vai investigar "as pedaladas fiscais" do governo de Dilmá Rousseff em 2015.
O ministro já determinou a área técnica da corte que faça a inspeção no Tesou Nacional, Banco Central e Ministério das Cidades além das seguintes instituições financeiras que são controladas pela União. São Elas: Caixa Econômica Federal, BNDES e Banco do Brasil para verificar e confirmar a repetição das irregularidades.
A auditoria atende a solicitação do  Ministério Público de Contas (MPC) que confirmou a prática das "pedaladas" no primeiro semestre deste ano. Resta perguntar uma coisa, será que o ministro Raimundo Carreiro vai sofrer as pressões que Augusto Nardes sofreu neste ano por ter sido relator das contas de 2014? Não duvido de nada! 
Essas Manobras levaram o TCU a dar parecer para reprovar as contas  do governo de 2014, consistem em atrasar  repases do Tesouro  aos bancos públicos para que eles paguem as despesas dos programas sociais.
O tribunal entende que, ao fazer esses pagamentos com recursos próprios, as instituições concedem empréstimos irregulares ao governo, seu ente controlador, o que é vedado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
A curiosidade é saber se o TCU recomendar também a rejeição das Contas do governo de 2015, qual será o destino da presidente Sapiens. Para ler mais a respeito, clique aqui!








De acordo com informações do MPC, o governo já "pedalou" o equivalente a R$ 40 bilhões, e já superou todo o ano de 2014. É uma verdadeira farra do boi  e falta de respeito com o dinheiro público.
O pior é que o governo em vez de cortar seus gastos, quer apresentar a conta ao povo brasileiro para que este pague pelos erros que não foram praticados por ele.



O governo deveria cortar suas mordomias e gastos, com a redução dos 39 ministérios para 12, mas com a dispensa de ministros e servidores, dispensar gente dos mais de 100 mil cargos comissionados - leia-se cargos de confiança - cortar mordomias salários altos, reduzir o número de deputados - atualmente são 513 - e senadores - atualmente 81 - ambos poderiam ser reduzidos ao número de 27 o que corresponde ao número de 26 estados mais o Distrito Federal, a soma é igual a 27.
Até quando o povo vai ficar suportando ser feito de bobo pelos pelos atuais políticos que querem criar e recriar impostos aos brasileiros que já são massacrados por uma carga tributária absurda e injusta? O pior de tudo é que não vemos o retorno desse dinheiro!







Devido a censura velada Brasil, sou obrigado a alertar a todos que o blog não se responsabiliza pelos comentários dos leitores, os quais são de total responsabilidade de quem os escreve. Avisando ainda aos internautas que xingamentos e críticas são passíveis de punições judiciais.




Blog Opinião do Franco Barni, há dois anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!





*Franco Barni (MTB 29.942)





*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui













© 2014 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva











Nenhum comentário :