Presidente Dilma é afastada do cargo com 55 votos

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário." George Orwell










Caros amigos e inimigos leitores,





A presidente Dilma foi afastada pelo Senado por 55 votos a favor, 22 votaram contra. Agora a presidente recebe a notificação de que está afastada e o vice-presidente Michel Temer assume o cargo.
Dilma ficará afastada até 180 dias do cargo, tempo este que ela será investigada.
Segundo informações,o advogado José Eduardo Cardozo - que defende a presidente Dilmá - estava diferente do seu comportamento frio que é o habitual. Cardozo estava descontrolado, gritando e repetindo os mesmos argumentos - fracos por sinal - e que não surtiram nenhum efeito a favor da presidente afastada. Para ler mais sobre o advogado Cardozo, clique aqui!






O Diário Oficial da União traz na edição desta quinta-feira(12) a exoneração do ex-presidente Lula e dos outros ministros da presidente Dilmá. Para ler mais a respeito, clique aqui!
Agora o vice-presidente Michel Temer assume e trará certamente seus ministros. A tarefa de Temer daqui para frente - e mesmo que não fosse o Temer o vice-presidente, valeria para ele também - muito trabalho pela frente para começar a tirar o Brasil de sua crise política e econômica.
Uma mudança no governo como acontece agora com a entrada de Michel Temer, pode servir de estimulo e quem sabe, o Brasil pode sair de sua paralisia já que nada aconteceu desde o ano passado em função da crise.






O que Michel Temer tem pela frente é uma tarefa que pode ser até espinhosa e ele pode encontrar dificuldades no caminho mas é preciso arregaçar as mangas e começar a trabalhar, uma vez que trabalho e problemas para serem resolvidos é que não faltam no país.








Teme terá também espinhosa tarefa de reduzir gastos do governo antes de pensar em aumento de impostos. Deverá pensar em reduzir ministérios, reduzir o número de funcionários, cortar inclusive o número de deputados e senadores. Medidas que sempre acreditei que deveriam ter sido tomadas há muito tempo. Inclusive deve-se pensar e cortar as depesas do Senado, da Câmara dos Deputados e do próprío presidente.








Aliás, sempre foi do principio de que se temos 26 estados e 1 Distrito Federal, temos que ter,em função disso, 27 deputados e 27 senadores.
Ao cortar gastos, pode-se pensar em diminuir a carga tributária e o número de impostos vigentes. Isto pode reduzir o famoso "Custo Brasil" e deixar seus produtos mais competitivos, seja no mercado interno, seja no mercado externo.






Com a redução de impostos,os produtos importados podem chegar no Brasil para o consumidor a um preço mais acessível.
Agora o PT vai com certeza, voltar a ser o PT, uma vez que marcará forte oposição a Michel Temer e não vai concordar com nada com que ele fizer e vão apelar dizendo que Temer não é um presidente legítimo que não foi eleito.






Se realmente o PT insistir na ilegitimidade de Temer, eles esquecem que ele foi eleito junto com a presidente afasta Dilma Rousseff e, portanto, ele assumir tem legitimidade sim, mesmo que nenhum de nós goste, a constituição é clara, o presidente se afasta, viaja, falece, ou ainda é afastado, seu vice assume, seja ele Michel Temer, o Zezinho da padaria, o Joãozinho, a Maria, seja ele quem for.
Vale lembrar também que, Michel Temer tem que imediatamente começar a trabalhar de maneira efetiva, sem enrolação e lero-lero.
Mesmo não gostando do Temer, rezo para que ele tenha sorte no cargo e digo isso por um motivo: Porque eu, você prezado leitor e todos os brasileiros estamos neste barco capitaneado agora por Temer e se o navio afundar, corremos o risco de ir junto com a embarcação.
Lembro também que a simples troca de presidente não irá resolver a crise política e econômica, será necessário que Temer trabalhe muito para que esta crise que assola o Brasil se resolva.
O jurista Hélio Bicudo, autor do pedido de impeachment da presidente Dilma, grava mensagem para os brasileiros e diz que mérito do impeachment é do povo e não dos partidos. Veja abaixo o vídeo com a fala do jurista:







Blog Opinião do Franco Barni, há dois anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!







Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui









© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :