Você quer votar em urnas eletrônicas?

"Não pergunte o que o seu país pode fazer por você mas o que você pode fazer por seu país!" (John Kennedy - ex-presidente dos EUA).






Você quer votar em urna eletrônica? Eu não, Obrigado.




Caros amigos e inimigos leitores,







Ao ler o título do artigo, muitos podem até pensar. "Nossa, o Franco já trouxe este tema aqui, ele vai tocar no assunto de novo?".
Bom, sou obrigado a voltar a este tema e qual o motivo deste que vos escreve retornar ao assunto? Aqui pergunto: Você confia neste sistema de votação? Eu não confio. Veja adiante o porquê.
Quando a urna eletrônica foi apresentada aos eleitores brasileiros, senão todos, pelo menos a grande maioria imaginou: "Nossa que maravilha! Um sistema rápido de votação com um sistema rápido de apuração dos votos!". 
Mas, muitos de nós esquecemos que é usada a informática neste caso e até hoje, não temos o comprovante impresso para termos a certeza de que nosso voto que apareceu na tela da urna, foi realmente ao candidato que escolhemos. 
Então, a única certeza de que nosso voto foi ao candidato que escolhemos é que ao digitar o número dele, seu rosto apareceu na tela. Não temos o voto impresso, em resumo se queremos a recontagem dos votos não tem como, é o que diz a lógica.
Só que eu digo mais, por mais que o TSE diga que a urna eletrônica é segura, o sistema não está imunine a sofrer ações de invasões por hackers. 







Não adianta dizer que é impossivel! vários sites de empresas idôneas tem risco de sofrerem ações de hackers assim como já aconteceu em inúmeras empresas pelo mundo que tiveram seus sites invadidos porque só o sistema de votação brasileiro estaria imune a invasão de pessoas que invadem vários sites.
Por mais que blindem o sistema contra invasões, jamais será 100% seguro. Para se ter um exemplo de como o sistema de votação eletrônica não é 100% seguro, veja abaixo o vídeo que mostra o estudo realziado pela universidade de Princeton (EUA):






Para trazer algo mais próximo da nossa realidade, o professor Diego Aranha que é especialista e professor da UnB diz que urna eletrônica é insegura na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado Federal e explicou os motivos. Veja abaixo o vídeo:



A respeito da apresentação do especialista Diego Aranha, abaixo postei a integra da explicação do professor onde ele explica as falhas das urnas eletrônicas:




O engenheiro Amilcar Brunazzo em uma entrevista ele fala sobre as urnas eletrônicas e que o eleitor não pode conferir o seu voto como eu disse anteriormente, veja o vídeo abaixo com a entrevista do Engenheiro Brunazzo:



Apresentação referente ao sistema de urnas eletrônicas do TSE feita por Maria Aparecida da Rocha Cortiz, advogada, membro do Conselho Multidisciplinar Independente - CMind. Ela comenta sobre as urnas eletônicas. Veja abaixo o vídeo:





Agora o mais engraçado, é que vejo que pouca gente pergunta o porquê que paises de primeiro mundo como os Estados Unidos não adotam as urnas eletrônicas e ainda os eleitores votam em cédulas de papel. Os vídeos acima mostram os motivos que eles não querem as urnas eletrônicas, uma das razões é a desconfiança que estes cidadãos têm sobre as urnas.
Sinceramente, sou a favor do retorno da boa e velha cédula de votação de papel, será que o cidadão deve pressionar dentro da lei e da ordem para que a antiga cédula de papel de votação retorne? Fica a pergunta no ar.






Blog Opinião do Franco Barni, há dois anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!







Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui














© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva





Nenhum comentário :