Impeachment: O parecer do relator Antonio Anastasia

"O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos sem caráter, dos sem ética...o que me preocupa é o silêncio dos bons." Martin Luther King









Caros amigos e inimigos leitores,



Após quatro horas de leitura, o relator da Comissão Especial do Impeachment no senado, Antônio Anastasia (PSDB - MG) concluiu por volta das 18:00 Hrs da terca-feira (2), a leitura dos principais pontos do parecer da fase intermediáriado processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.
No documento lido por Anastasia, ele diz que Dilma deve ir a julgamento no Senado. Já os aliados da presidente petista afastada, pediram o arquivamento da denúncia, este pedido foi feito em voto alternativo. Para ler a íntegra do documento, clique aqui!







Vale lembrar que os autores do pedido de impeachment alegam que a presidente afastada cometeu crime de responsabilidade ao praticar as chamadas "Pedaladas Fiscais" e ao editar quatro decretos de crédito suplementar sem a autorização do Congresso Nacional. Os juristas Miguel Reale Jr, Janaína Paschoal e Hélio Bicudo são os autores da denúncia.
O defesa de Dilma, liderada pelo ex-ministro José Eduardo Cardozo, rebate as acusações alegando que os atos apontados não configuram crime de responsabilidade.
De acordo com o relatório apresentado nesta terça, o senador tucano acolheu os argumentos da acusação, e concluiu que a presidente afastada cometeu ilegalidades e, por isso, deve ser levada a julgamento final pelo senado.Para ler os detalhes, clique aqui!







Segundo o relator da Comissão no senado, Antônio Anastasia, a presidente afastada Dilma Rousseff, agiu em "Atentado à Constituição" ao realizar as chamadas "Pedaladas Fiscais"  que é o atraso dos pagamentos a bancos públicos para executar despesas.
Ainda segundo o relator, as pedaladas caracterizam empréstimos da União junto aos bancos que controla, o que é proibido pela Lei de de Responsabilidade Fiscal.
O parlamentar diz mais no parecer: que Dilma ainda desrespeitou o Legislativo ao editar três decretos de crédito suplmentar sem a devida autorização Congresso Nacional. 
As senadoras Gleisi Hoffmann (PT-PR), Vanessa Graziotin (PC do B-AM) e Kátia Abreu (PMDB-TO) - estas são aliadas da presidente afastada - apresentaram um relatório alternativo que tem conclusões divergentes do relatório de Anastasia. Para ler o texto do voto em separado, clique aqui!
No documento, os parlamentares que não concordam com o impeachment, reafirmam que a presidente afastada Dilma Rousseff não cometeu crime de responsabilidade e que o processo é uma ruptura  democrática, "Golpe".







Enfim, se o relatório da Comissão comprovar que a presidente violou a Lei de Responsabilidade Fiscal, a Comissão irá puní-la de acordo com o que está previsto em leie, ao contrário do que dizem os aliados da presidente, Impeachment não é golpe, uma vez que a Constituição prevê o impeachment caso o presidente se enquadre no caso de impedimento. O que me parece ser o caso neste momento. Para ler a matéria na íntegra, clique aqui!


Blog Opinião do Franco Barni, há dois anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!










Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Um comentário :

Erenir Sant' Anna disse...

Se eu posso concordar, concordo com o relator, é evidente que os crimes estão tanto na nossa cara que é IMPOSSÍVEL NEGAR!!! Se eu posso discordar, discordo dessa defesa PÍFIA, sem nenhuma envergadura moral e jurídica. O povo pobre pagará mais de 50 anos pela indolência de querer continuar na pobreza recebendo esmolas e 'ajudinhas' constrangedoras e paralisantes.. O Povo conivente pagará mais de 50 anos por ser medíocre e mau carater. Quem tem consciência humana e senso de justiça há que conduzir, de agora em diante, a palavra da sociedade contra os governantes déspotas e carniceiros, sem vergonha de ser FELIZ!
Você Barni, e muitas outras vozes, se levantou desde o começo dessas injúrias, lá no mensalão. Parabéns pela visão extraordinária desse caminho, vislumbrado por uma mente racional, patriota e limpa! Obrigada por ser meu amigo.