ABSURDO! Custo da Câmara e Senado será de 28 milhões por dia em 2017

"O jornalismo moderno tem uma coisa a seu favor. Ao nos oferecer a opinião dos deseducados, ele mantém-nos em dia com a ignorância da comunidade." Oscar Wilde









Caros amigos e inimigos leitores,




*Eu  sempre me pergunto porque tantos impostos e para onde vai o dinheiro arrecadado e porque tanta dificuldade em investir nas áreas que precisam como Educação, Saúde, Segurança, Infraestrutura entre outros.
Talvez uma das pistas do porque da dificuldade em investir nas áreas citadas, é a informação dada pelo site Contas Abertas de que o Congresso Nacional vai custar R$ 28 milhões por dia aos cofres públicos em 2017.






Isso sem contar que o ano de 2017 que ainda nem começou já conta com um rombo de R$ 140 bilhões e a dívida pública passa de R$ 4,1 trilhões.
O povo está perdido! O engraçado que em vez de o governo cortar seus gastos, diminuindo o número de ministérios, incluindo a dispensa de ministros e funcionários, chegando ao corte no Congresso Nacional cortando o número de funcionários, regalias e diminuir o número de deputados e senadores, o governo como de costume quer realizar cortes em áreas que vão beneficiar o povo e querem aumentar impostos, inclusive pensam em ressuscitar a famigerada CPMF. 





ANtes de fazer isso, o governo pode e deve cortar seus gastos, diminuindo a máquina pública que é um verdadeiro elefante branco.
Adivinhem de quem é o maior orçamento? Da Câmara dos Deputados. Além dos 513 deputados, a casa conta com cerca de 16 mil funcionários efetivos e comissionados trabalhando todos os dias. No total, estáo previstos R$ 5,9 bilhões para 2017. Sendo assim R$ 4,4 bilhões, o que signifca 81% do orçamento, será para o pagamento de pessoal e encargos sociais.
Já o Senado Federal, custará um pouco menos, mas também o custo não será nada modesto. A previsão é de que o Senado custe R$ 4,5 bilhões aos cofres públicos em 2016, a pergunta que fica e em 2017? A maior parte dos gastos é com pessoal e encargos sociais, o que representa 85% do total, o que corresponde a R$ 3,6 bilhões. Os outros gastos - despesas correntes se preferir - deverão consumir R$ 611,6 milhões.






Imagino a seguinte situação. Hoje temos 513 deputados e 81 Senadores correto? Temos 26 Estados mais o Distrito Federal, o que totaliza o número de 27, correto? Então, na lógica, deveríamos ter 27 Senadores e 27 Deputados e um número maior de Senadores e Deputados é excedente concordam comigo prezados leitores?
Então se a sociedade pressionar para que o número de congressistas sejam reduzidos a 27 em cada Casa  - Leia-se Senado e Câmara dos Deputados - além do corte de benefícios como os famigerados: Auxílio Paletó, Auxílio Moradia e afins, reduzir o número de funcionários, sobrará muito dinheiro que poderia ser investido em Saúde, Educação, Infraestrutura, Segurança e por aí vaí concordam? 




A sociedade deve pressionar porque da vontade deles, este número não será reduzido, cabe ao povo exigir e cobrar isso. Não basta ficarmos indignados, temos que cobrar esta redução dentro da lei e da ordem para não perder a razão, senão iremos continuar pagando a conta e ainda correremos o risco de ter aumento de impostos para sustentar os mimos e mordomias dos Congressistas, você aceita isso? Então vamos em frente e cobrar uma atitude deles.




*Com informações: Site Contas Abertas (Para ler em detalhes, clique aqui)








Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!











Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva





Nenhum comentário :