A Pergunta que não quer calar: Por que a PEC 280 ainda não foi votada?

"O jornalismo moderno tem uma coisa a seu favor. Ao nos oferecer a opinião dos deseducados, ele mantém-nos em dia com a ignorância da comunidade." Oscar Wilde






Caros amigos e inimigos leitores,


Quem acompanha o blog, sabe que venho apoiando uma profunda reforma política no Brasil, desde que venha a incluir a redução no número de parlamentates. O atual número de Deputados (513) e Senadores (81) em meu ponto de vista, é exagerado. Uma vez que temos 26 estados mais o Distrito Federal, totalizando 27. 
Pela lógica, deveríamos ter o número de Deputados e senadores reduzidos a 27. Alguns podem dizer: "Mas não seriam necessários dois representantes por estado no caso de ausência de um parlamentar o seu suplente o sbustitui?" Verdade, poderiamos ter então, 54 Deputados e 54 Senadores, incluindo ai neste número, os suplentes.






A redução seria significativa mas particularmente considero mais justo. Mesmo porque com a redução no número de parlamentares, os custos do Congresso Nacional cairiam bastante para os cofres públicos. Recentemente, postei um artigo aqui comentando que o Contas Abertas em seu site prevê que em 2017 o Congresso Nacional custará R$ 28 milhões por dia. Para ler a íntegra do artigo, clique aqui!
Assista ao vídeo abaixo onde é comparado o custo dos Parlamentares brasileiros com os países mais ricos. Acredite, o Brasil supera os países de primeiro mundo:


Mas, indo diretamente ao assunto, PEC (Proposta de Emenda a Constituição), serve para promover uma mudança na Contituição do Brasil. De acordo com uma matéria do site Folha Política, a PEC 280, propõe mudança no artigo 45, que regulamenta o número de deputados. 
A PEC 280 quer limitar  número de deputados a 250 - um pouco menos da metade dos atuais 513 - que foi apresentada pelo então deputado Clodovil Herandes (Falecido).




A matéria do site Folha Política - publicada em 2013 - previa então uma economia de cerca de R$ 43 milhões de reais por mês. É possivel que a economia do dinheiro público agora em 2016 seria maior. Mesmo sendo uma matéria antiga do site Folha Política, merece a leitura. Para ler, clique aqui!
Em meu ponto de vista, a PEC 280 poderia apresentar uma limitação e redução maior no número de deputados, mas a redução para 250 não pode deixar de ser considerado um avanço.
Agora, porque até hoje a PEC (Proposta de Emenda a Constituição) 280 até hoje não foi votada? Será que cabe perguntar quais são os motivos? Será que existe algum interesse que não sabemos para que a PEC 280 não tenha sido votada?
Mesmo reduzindo o número de deputados a um pouco menos da metade, o Congresso como disse anteriormente, seria uma grande economia para os cofres públicos e, quem sabe, se com o número reduzido a Câmara se torne mais eficiente no que se refere aos trabalhos. Veja o vídeo com o deputado Clodovil apresentando a PEC 280, que reduz o número de deputados de 513 para 250 (menos da metade): 



O cidadão deve cobrar que a PEC 280 não só seja apresentada para a votação, mas que esta seja aprovada. Seria ótimo. Eu ainda vou mais longe. 
Assim como se faz necessário a redução no número de deputados, é preciso também reduzir o número de senadores. Mas, junto com o a redução no número dos parlamentares, é preciso cortar gastos do Congresso Nacional cortando os Auxílios - como o Moradia e Paletó - de deputados e senadores. Para entender a PEC 280, clique aqui!
É preciso que o governo tenha a coragem de enfrentar que passou da hora e é mais do que necessário que ele corte seus gastos. É muito fácil o governo aumentar os gastos e apresentar a conta por meio de impostos ao cidadão. Para ler o artigo sobre o corte de gastos do governo, clique aqui!
O Brasil é um dos países que tem a maior carga tributária do mundo e o cidadão não aguenta mais pagar essa conta. O Brasileiro trabalha cerca de meio ano para pagar impostos e qual o retorno que temos? O retorno é minimo.
Veja abaixo o vídeo com a matéria que diz que a PEC 280/08 arquivada, vale a pena assistir:


È preciso também fazer uma reforma profunda no sistema eleitoral, colocar o voto Distrital Misto.  É preciso também que os meios de doações sejam o mais transparente possível e que o cidadão tenha o direito de fiscalizar. 
Passou da hora de refletirmos sobre o assunto e trazer mudanças que serão benéficas para o país e para todos, como citei no artigo "O cidadão deve participar e cobrar uma profunda reforma política". Para ler o artigo, clique aqui!




Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!








Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva




Nenhum comentário :