O que deveria ser a Reforma Política no Brasil mas não é

"O jornalismo moderno tem uma coisa a seu favor. Ao nos oferecer a opinião dos deseducados, ele mantém-nos em dia com a ignorância da comunidade." Oscar Wilde








Caros amigos e inimigos leitores,


Na ultima quarta-feira(9), o Senado aprovou em primeiro turno a proposta de reforma política que prevê a redução no numero de partidos políticos e acaba com as coligações e inclui uma cláusula de barreiras que é estabelecida pelo texto da proposta.
A Proposta de Emenda a Constituição passou em primeiro turno no Senado por 58 votos a favor e 13 contra.



Antes de seguir para a Câmara, a Proposta passará pelo,segundo turno no senado, que está marcado para o próximo dia 23 de novembro. Para ler a notícia na íntegra, clique aqui!
Mas a reforma política como está sendo feita é a ideal? Apesar de ser a favor da redução do número de partidos e do fim das coligações, defendo uma reforma política muito mais ampla e profunda do que está sendo votada.
É preciso acabar em primeiro lugar com o voto obrigatório, pois apesar de ver em propagandas do TSE dizer que o voto é um direito, eu nunca vi um direito ser obrigatório.
Se o voto é um direito do cidadão, ele pode e deve ter o livre arbítrio de decidir se quer ir votar nas eleições sejam elas as municipais ou às majoritárias. Se o cidadão eleitor é obrigado a ir votar, irá fazer isso de ma vontade é de qualquer jeito e, dessa maneira, é prejudicial pois o voto não será de qualidade.
É preciso também, mais transparência nas doações de campanha, e que o cidadão tenha acesso livre para fiscalizar as doações que os candidatos - e os partidos - recebem para que fique tudo às claras. O que seria benéfico.
Devemos incluir aí a redução de parlamentares no Congresso Nacional, reduzir também os benefícios e regalias, além dos altos salários que são um absurdo.
Mas uma reforma política que vai incluir tudo isso não acontecerá sem a participação e a cobrança  por parte da sociedade. 
Aliás a fiscalização da sociedade deve ser permanente porque só assim as mudanças que o Brasil precisa irão acontecer. Que tal refletirmos sobre o assunto e começarmos a ser mais participativos da vida política do Brasil? 







Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!








Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui




© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :