Que tal comecar a Reforma da Previdência dentro do governo e do Estado?

"Pecar pelo pelo silêncio quando devemos protestar, torna o homem covarde!" Ella Wheeler Wilcox




Caros amigos e inimigos leitores, 


Ao ver algumas matérias na mídia a respeito da Reforma da Previdência Social, alguns disseram que parte da crise se deve a situação da Previdência Social. Eu me pergunto se realmente é possível ou Ainda, se da para acreditar nisso?
Independente de tal comentário ter fundament ou não, eu questiono porque os políticos, militares entre outros do setor público, estos fora da Reforma da Previdência?
Quanto aos militares, com todo o respeito que tenho por eles, assim como eu respeito todas as profissões, eles são trabalhadores como todos nós, incluo aqui os profissionais da iniciativa privada.
Segundo as várias matérias sobre o assunto, elas dizem que a aposentadoria dos militares vão ficar de fora, mesmo sendo a que causa maiores problemas de deficit na Previdência, de acordo com as informações das reportagens sobre o tema.






Se é realmente desta forma, porque cometer tal injustiça com trabalhadores de alguns setores, de maneira especial, impor mudanças apenas aos trabalhadores da iniciativa privada?
Mesmo tendo regras de transição, são eles que vão pagar a conta e é injusto impor mudanças apenas a alguns trabalhadores e deixar de fora políticos, militares, juizes, desembargadores entre outros.
Se a reforma é necessária, que ela seja justa e inclua a todos que trabalham, sejam eles profissionais do setor privado, sejam profissionais do setor público.
É inaceitável, que a grande maioria dos trabalhadores tenham que trabalhar durante 35 anos - 49 anos pela nova regra para receber a aposentadoria integral - enquanto políticos recebem aposentadoria integral após oito anos.




Que seja exigido dos políticos trabalharem por 35 anos também é que a aposentadoria deles seja igual a de todos os brasileiros com o mesmo teto máximo.
Da a nítida impressão de que o governo erra e quem paga a conta deste erro é o cidadão que trabalha duro, paga seus impostos e acaba ficando a própria sorte.
Se a Reforma da Previdência é necessária, que seja feita com justiça é quase não faça e promova mais injustiças como vem acontecendo.
Se for para criar mais injustiça sou eu serei contra. Então, que o governo dê o exemplo e comece a Reforma da Previdência, dentro do governo.Asssista abaixo o vídeo com o comentário  de Marco Antônio Villa G sobre o assunto:






Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!










Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui





© 2016 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :