O ministério dos bons costumes adverte: o BBB é um insulto a inteligência e bons costumes!

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário"! George Orwell (Escritor e Jornalista)









Caros amigos e inimigos leitores,



Nunca 14 anos foram tão longos como estes últimos desde o surgimento do Programa Big Brother Brasil. Agora em 2015, foi a décima quarta edição de um programa que não acrescenta nada de bom aos brasileiros e nem para os adolescentes e crianças de nosso país.






Vendo os Flashes da famigerada baixaria chamada de programa, os participantes estão na esteira, sentados na beira da piscina ou dentro dela, cozinhando comendo e todo o tempo falando (blábláblá) para concorrer a um prêmio milionário sem fazer absolutamente nada - quer dizer é o incentivo ao Dolce far niente!-  e tenho minhas dúvidas que tal programa traga algum ensimento útil que vai acrescentar algo nas vidas de cada um.
Ao falar com quem conhece e assiste o programa, perguntei várias coisas sobre o BBB e a cada explicação, me incorfomava cada vez mais, há um processo de seleção, e uma vez participando e indo na casa  onde é o confinamento, acontece o que descrevi anteriormente.
O pior é que 2017 está ai e esse programa - inútil por sinal-está  de volta! Argh! É o fim do mundo! Haja coração, paciência para aguentar tanta baixaria e sem vergonhice na televisão!
A pergunta fatal é que mensagem vem nas entrelinhas do programa e o que se tira de bom nele? Ao que parece, que há uma mensagem intrínseca no BBB: "Participe da seleção, supere esta fase, participe do jogo e sem fazer absolutamente nada, e conseguindo sobreviver aos paredões você pode virar um pessoa rica da noite para o dia. E o pior de tudo, virar celebridade sem ter feito algo de bom e de útil para merecer o status de famoso! Participe também do festival de baixarias de todos os tipos, barracos, bate bocas e afins.
O que o dinheiro (ainda mais quando é fácil de ganhar) faz com as pessoas. Dividem o mesmo quarto, banheiro e até a mesma cama com alguém que nunca viu na vida, e nem sabe nada daquela ou desta pessoa. O dinheiro   e a fama,realmente viram a cabeça de seres humanos, torço para isso aconteça apenas com uma minoria.
Mas, espere um minuto! Como fica o brasileiro que acorda cedo, vai trabalhar, inventa uma máquina nova ou ainda abre um novo negócio para ganhar dinheiro e ter uma vida melhor, já que tem um programa de uma emissora de televisão  que te transforma em uma pessoa rica em pouco tempo e sem o mínimo esforço? 
A impressão que fica, é que as pessoas que participam de um BBB da vida, querem é moleza, ganhar dinheiro de uma maneira fácil. Quando na verdade, ganhar dinheiro e buscar uma vida melhor e ser bem sucedido não é fácil, requer muito esforço e trabalho.





Se as emissoras são culpadas em apresentar estes programas ruins, nós temos mais culpa por aceitar esta programação de péssima qualidade, pois se agíssemos diferente estes programas não existiriam por aqui!
Acorda Brasil, para ganhar dinheiro e conquistar o tão sonhado lugar ao sol, é "ralando", trabalhando duro, muitas vezes, para não dizer na maioria delas, acordamos cedo e vamos dormir tarde, e mesmo assim é uma minoria que fica rica.
Emissoras que apresentam programas como o BBB, podem ser culpadas por apresentar  programas de variedades ruins que soam algumas vezes como inúteis e vazios mas, quem dá audiência a estes programas também tem sua parcela de culpa.
O telespectados deveria exigir a mudança da programação, por uma de qualidade, onde nós e nossso filhos podemos aprender algo bom.
A televisão em meu modesto ponto de vista, deveria contribuir de forma massiva para a boa educação, trazendo programas de toda a espécie que tragam cultura, ensinamentos entre outros.
Hoje em dia, é inegável a função social que a televisão tem e, por isso, é um motivo a mais para que as emissoras tragam programas de qualidade que celebrem a Educação, a Família e os bons costumes e, se isso não acontecer, o canal de televisão deve ser punido por trazer uma programação ruim.
Devemos como cidadãos, cobrar que as emissoras parem de transmitir programas de gosto duvidoso como o BBB!





Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!







Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni (MTB 29.942)

*Franco é jornalista há 20 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2017 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :