A crise do Espírito Santo e o Brasil

"O que me assusta não são as ações e os gritos das pessoas más mas a indiferença e o silêncio das pessoas boas". Martin Luther King





Crédito imagem: Internet


Imagem meramente ilustrativa.





Caros amigos e inimigos leitores,


Nesta quinta-feira(9), uma reunião entre mulheres, policiais e o governo do Espirito Santo terminou sem acordo. Nestes 6 dias, foram registradas cerca de 117 mortes no estado e, pelo visto, a sensação de insegurança nas cidades do estado Capixaba não vai acabar tão cedo.
O cenário é de caos! Assaltos, saques, assassinatos, ônibus parados deixaram a população do Espírito Santo em pânico, e não é para menos! 
A sensação é de que o governo está apático. Onde está o novo Ministro da Justiça para acompanhar o que está acontecendo no estado Capixaba? Onde estão as providências efetivas para resolver o problema?
A crise no Espírito Santo, é grave e o risco que temos é que o estado seja o núcleo para outras rebeliões de políciais nos outros estados brasileiros. Para ler mais a respeito, clique aqui!
A impressão que fica é que estão fazendo pouco caso do que está acontecendo no Espírito Santo. A crise que está neste estado já passou a fase política para ser transformar numa crise social.
Está na hora do governo federal perceber a gravidade do problema e faça a sua parte. Enfim, o que queremos saber é quando o governo fará a sua parte para encontrar uma solução para esta grave crise do Espírito Santo?






Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!












Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni

*Franco é jornalista há 21 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2017 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :