A lista de Janot e o futuro político do Brasil


Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade". George Orwell - Jornalista e escritor.








Caros amigos e inimigos leitores,



A expectativa dos brasileiros sobre a divulgação da lista do Procurador Geral da República Rodrigo Janot é muito grande. Afinal, quem está realmente envolvido na Lava Jato?
De acordo com informações do site do jornal Folha de São Paulo, cinco ministros do Presidente Michel Temer, além de Aécio, Lula e Dilma estão na lista. De acordo com as informações da matéria da Filha de São Paulo, os ministros que estão na lista são: Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), Bruno Araújo(Cidades), Gilberto Kassab (Ciência e Tecnologia e Comunicações)e Aloysio Nunes Ferreira (Relações Exteriores). Para ler a matéria na íntegra, clique aqui!
Além dos ministros, a PGR (Procuradoria Geral da República) inclui nomes dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff e dos ex-ministros Guido Mantega e Antonio Palocci nos pedidos de investigação.
A matéria informa ainda que segundo o jornal Folha de São Paulo apurou, integram a relação ainda os presidentes do Senado, Eunício Oliveira(PMDB-CE), e da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), além dos senadores Renan Calheiros (PMDB-AL), Romero Jucá (PMDB-RR), Edison Lobão (PMDB-MA), José Serra (PSDB-SP) e Aécio Neves (PSDB-MG). Já o presidente Michel Temer não é alvo de pedido específico de inquérito.







O Ministro Edson Fachin que é relator da Lava Jato no STF(Supremo Tribunal Federal) e que está de posse dos pedidos ligados as delações da Odebrecht que estão sob sigilo, vai analisar e decidir se aceita ou não os pedidos para abrir os inquéritos e se manterá os casos sob sigilo. Vale lembrar que não há prazo para a decisão de Fachin.
Ainda de acordo com uma matéria publicada no site da Folha de São Paulo, diz que o presidente Michel Temer foi pego de surpresa com a divulgação parcial da lista. Será que realmente o presidente foi pego de surpresa? A dúvida fica no ar!!! Para ler a íntegra da matéria sobre o assunto, clique aqui!



Rodrigo Janot comenta que a Lava Jato é "Oportunidade ímpar de depuração do processo político nacional"




Ainda de acordo com matéria da Folha de São Paulo, o Procurador Geral da República Rodrigo Janot enviou uma carta aos brasileiros na terça-feira(14)onde ele diz que a Operação Lava Jato é uma "Oportunidade ímpar de depuração do processo político nacional" e que é possível "fazer política sem crime". Para ler a matéria sobre o assunto na íntegra, clique aqui!
Rodrigo Janot tem razão quando se refere a oportunidade ser ímpar para depurar o processo político. É preciso punir quem está envolvido na Lava Jato e, mais do que isso,  é preciso também acabar com o foro privilegiado dos políticos -como já escrevi aqui no blog a respeito do assunto. Repito, pessoas de bem, que entram na política não estarão preocupadas em ter ou não foro privilegiado porque as pessoas de bem não temem a lei, aliás a defendem. Para ler o artigo sobre o fim do foro privilegiado, clique aqui!
Uma pergunta que fica no ar, porque por melhor que seja o jornalista especialista em política nacional ou Cientista Político vai ser a dimensão da Operação Lava Jato e seus resultados no futuro do Brasil e como será vista na História do país. O que me pergunta que deixo no ar e se a Operação Lava Jato é apenas a ponta do Iceberg de todos os escândalos que de corrupção que existiram no Brasil.
A Lava Jato deve servir também de alerta para os brasileiros. O alerta é que devemos fiscalizar o sempre os políticos para que estes façam as coisas de maneira correta e atendam a vontade popular.
Não podemos mais pensar que o nosso compromisso político se resume em comparecer as urnas para votar.
A política envolve nossas vidas e nos afeta, por isso devemos ser participativos e cobrar sempre para que os políticos façam a vontade popular.
O futuro dirá o quanto a Operação Lava Jato ajudou o Brasil a mudar para melhor!! Vamos aguardar o desenrolar dos fatos. O que deveria acontecer na política, é a transparência total e irrestrita, devemos cobrar sempre a prestação de contas, porque o dinheiro público é do brasileiro e devemos exigir respeito ao que é do brasileiro.
Deixo uma pergunta no ar, o correto não seria que todos os que estão na lista se afastem para prestarem os esclarecimento devidos e para que também exista transparência?
Que a Operação Lava Jato seja um marco para as mudanças benéficas para o Brasil e mudanças na política na Nacional para que esta seja feita de maneira clara e transparente.



"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade". George Orwell - Jornalista e escritor.




Instagram: francobarni68

Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni

*Franco é jornalista há 21 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2017 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva






Nenhum comentário :