Senadores sofrem pressão nas redes sociais pera votar fim do foro privilegiado

"Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade". George Orwell - Jornalista e escritor.








Caros amigos e inimigos leitores,


O jornal DCI em seu site comenta a respeito da pressão que os senadores vem sofrendo nas redes sociais para que seja votado o fim do foro privilegiado.
O que está sendo cobrado nas redes sociais? A assinatura de um requerimento de urgência para levar a plenário a votação de uma Proposta de Emenda a Constituição (PEC) que acaba com  o foro privilegiado que em meu ponto de vista nunca deveria ter existido.
De acordo com a notícia publicada no DCI, a matéria foi aprovada pela Comissão e Constituição e Justiça (CCJ) em novembro de 2016 mas, mesmo com a pressão popular, líderes do Senado não têm disposição de acelerar a tramitação do projeto. Digo mais, pessoas de bem jamais vão temer a lei e não precisam de foro privilegiado para se proteger uma vez que a lei vai garantir os direitos de uma pessoa que é correta.
De acordo com o site do jornal DCI, para ganhar urgência e garantir a inclusão da PEC na pauta, o peido precisa do apoio de pelo menos 41 dos 81 senadores e,por enquanto, há apenas nove assinaturas. Vale lembrar que o fim do foro privilegiado para os políticos é uma das principais reivindicações dos protestos marcados para o próximo dia 26 de março. Para ler a notícia a respeito do assunto na íntegra, clique aqui!








Na verdade, o foro privilegiado é um verdadeiro absurdo que acaba criando castas e pessoas com uma proteção e blindagem que em meu ponto de vista, chega até ser uma afronta aos brasileiros e a Constituição, uma vez que a Carta Magna diz que todos os brasileiros são iguais perante a lei. Então, o foro privilegiado é uma afronta a Constituição por este motivo.
A sociedade brasileira pode e deve pressionar os parlamentares para que o foro privilegiado tenha seu fim para que acabe a blindagem de políticos ,magistrados ou quem quer que seja. Uma vez que como disse em parágrafo anterior, a Constituição diz em seu artigo 5° que todos são iguais perante a lei e, portanto, sem privilégios especiais. Para ler o artigo da Constituição na íntegra, clique aqui!
Em resumo, é preciso pressionar os parlamentares para que votem de acordo com a vontade dos brasileiros e, deixar claro aos políticos que eles estão lá para nos representar  e votar matérias de nosso interesse, e não para representar a eles mesmos e votar o que interessa a eles.







Assista aos dois vídeos abaixo. O primeiro vídeo é com o discurso de Ronaldo Caiado que pede o fim do foro privilegiado e o segundo vídeo é um debate sobre o assunto realizado pelo programa Dois Lados:







Assista ao vídeo abaixo com debate feito pelo programa Dois Lados da Moeda fala sobre o foro privilegiado o advogado criminalista Roberto Delmanto e o juiz federal Ali Mazloum. Thiago Uberreich que intermedia o debate:.











Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!









Instagram: francobarni68

Twitter: @FrancoBarni




*Franco Barni

*Franco é jornalista há 21 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2017 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Nenhum comentário :