O TSE e o julgamento da chapa presidencial

"Numa época de mentiras universais, dizer a verdade é um ato revolucionário". George Orwell










Caros amigos e inimigos leitores,



Na última terça-feira(6), teve o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) retomou a análise do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer por suposto abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral de 2014.
O que já é esperado pela imprensa - ou pelo menos a grande maioria já espera e conta com isso - é que possivelmente um dos ministros faça pedido de vista. O pedido de vista, de acordo com o que foi noticiado na imprensa é que não há um prazo determinado para o pedido de vista.






A grande pergunta que tenho e que talvez seja a mesma de muitos brasileiros é a seguinte: Se existirem elementos irrefutáveis para a cassação, será que o TSE vai cassar a chapa Dilma-Temer?
Será que se as provas forem incontestáveis o que os ministros irão decidir pela Cassação? 
O que cada brasileiro espera é que a lei seja aplicada de forma como deve ser, em resumo quando cabe inocentar que assim seja e quando existe a culpa que assim seja e que a pena seja aplicada.
Assista ao vídeo abaixo com o comentário de Marco Antônio Villa sobre o julgamento da CHapa Dilma-Temer:





Um fato marcante no dia de ontem - terça-feira - quando foi retomada a análise do pedido da cassação da chapa Dilma-Temer é que a defesa do presidente Michel Temer voltou a pedir a exclusão de provas da Odebrecht (clique no link ao lado para ler a respeito) sob a alegação de que fatos novos não podem ser acrescentados ao processo.Enquanto a defesa da ex-presidente Dilma Rousseff (saiba mais clicando no link ao lado) não pode julgar a chapa em separado. O MP voltou a pedir a cassação da chapa.
Assista o video abaixo onde Jurista Reale Jr defende  inclusão de delação da Odebrecht no TSE:




Entre vários pontos importantes durante a sessão de ontem, foi quando o ministro, presidente do TSE Gilmar Mendes disse o seguinte: “Faz-se até uma estimativa um tanto quanto macabra de quantos parlamentares são cassados, de quantos vereadores, quantos prefeitos. O ministro Henrique nos contava que quando vai para o exterior é perguntado sobre isso, sobre quantos são cassados, e ficam eles assustados. Porque dizem: estão cassando mais do que a ditadura, e é uma Justiça que se pretende democrática”.
O ministro Herman Benjamin rebateu com a seguinte resposta: "As ditaturas cassavam e cassam quem defende a democracia. O TSE cassa aqueles que vão contra a democracia. Há aí uma enorme diferença". Para ler a notícia a respeito, clique aqui!
Tal comparação chega a ser absurda porque há uma distância imensa, mesmo porque o processo de cassação da chapa, por exemplo, é feito dentro dos meios legais com o amplo direito de defesa. O outro ponto é que vai se julgar é algo que violou a legislação vigente, no exemplo da cassação da chapa Dilma-Temer o que está sendo julgado é o abuso de poder econômico e político, e a chapa tem o direito de se defender e o julgamento acontecerá em cima dos fatos e das provas existentes. Enquanto na ditadura era a cassa do poder militar sobre o poder civil, era a exceção. 
Em resumo, o brasileiro quer ver a lei valer para todos e que cada cidadão respeite as leis e a constituição como deve ser.  Será que veremos o Brasil mudar de verdade e ser um país que existe a justiça social, onde existe qualidade de vida e tudo mais?
Será que veremos o dia em que os escândalos de corrupção serão a exceção e casos raros? Gostaria de acreditar que sim.
O TSE tem a chance de começar a a mostrar que o Brasil está mudando para melhor, e que as mudanças boas para o país estão começando. Vamos ver o que acontecerá e qual será o resultado. 
Pessoalmente, não sei dizer qual será o resultado que o TSE apresentará a sociedade brasileira mas, o tempo e a História irão tratar o tema com a devida justiça. Vamos aguardar o resultado.
Assista abaixo o vídeo com o comentário de Vera Magalhães sobre o processo de cassação da chapa:







Blog Opinião do Franco Barni, há três anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!









Twitter: @FrancoBarni


Instagram:francobarni68



*Franco Barni

*Franco é jornalista há 22 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


© 2017 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva



Nenhum comentário :