Vídeo sobre encerramento das atividades do blog

"O Preço da liberdade é a eterna vigilância". Thomas Jefferson





Caros amigos e inimigos leitores,


Após seis anos de atividade, tomei a decisão que venho pensando já faz algum tempo, o de encerrar em definitivo as atividades do blog. Foram seis anos de atividades e mais de um milhão de acessos.
Quero agradecer a cada leitor que acompanha o blog nos últimos anos, nunca vou me esquecer de vocês. Quero agradecer a todos o tempo dedicado a leitura e agradeço também aos leitores que não agradei. Sempre busquei fazer o melhor mesmo sem ter muitos recursos tecnológicos e financeiros. O blog contudo não será desativado. Se alguém quiser fazer pesquisa, ou mesmo para matar as saudades, ele permanecerá ativo. No momento vou me dedicar a novos projetos e, no momento certo vou comunicar por aqui o que estarei fazendo para quem quiser acompanhar o novo projeto. Assistam abaixo o vídeo com o anúncio de despedida do blog:


























Blog Opinião do Franco Barni, há seis anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!




Twitter: @FrancoBarni



*Franco Barni

*Franco é jornalista há 22 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


A opinião dos leitores é sempre bem vinda, mas passarão pelo mediador. Comentários com palavras de baixo calão(palavrão) serão deletados. A opinião dos leitores não reflete necessariamente a opinião do blog. O blog não se  responsabiliza pela opinião de terceiros. Comentários sem identificação não serão aceitos e não serão publicados.


© 2018 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva







A Greve Dos Caminhoneiros Expõe A Crise Brasileira

"Só é teimosia se estiver errado. Se estiver certo é seguir seus princípios." Dr. House





Caros amigos e inimigos leitores,




A greve dos caminhoneiros mostra que a crise no Brasil, vai muito além dos preços dos combustíveis. O país enfrenta uma crise política e estrutural muito mais séria do que pensamos e, tudo isso mostra, que passou da hora do Brasil ter inúmeras reformas: política, tributária e tudo mais. Para ler mais sobre a greve dos caminhoneiros, clique aqui!
O que vimos no país nos últimos anos, foi o aumento de impostos e de benesses e mordomias dos políticos brasileiros que fizeram uma série de promessas para o crescimento do Brasil mas de fato, não foi o crescimento e o desenvolvimento que o país merece.
A reforma política é mais do que necessária, é preciso reduzir drasticamente o número de funcionários comissionados, o número de ministérios e, porque não, o número de deputados e senadores.
A redução no número de ministérios e de deputados e senadores - obviamente deve-se por fim a todas as mordomias e benesses que eles têm - significa uma redução nos gastos, o que se poderia traduzir em uma possível redução na quantidade de impostos e na redução de alíquota deles.
Ora, 12 ministérios são mais do que suficientes, e se o Brasil tem 26 estados, mais o Distrito Federal, o número de deputados (atualmente 513) e senadores (atualmente 81) deveriam ser de 27 deputados e 27 senadores. Se este corte acontecesse pondo fim as suas mordomias e benesses também, seria um corte drástico de gastos.
Outro grande absurdo no Brasil que é preciso definitivamente por fim, são os benefícios concedidos aso ex-presidentes. Saiu do cargo acabou, eles não são seres especiais, foram eleitos para cumprir um mandato - ou dois caso sejam reeleitos - e acabou.
Com o fim de tantas mordomias e benesses aos políticos e uma reforma tributária, o valor dos combustíveis e de tantos outros produtos irão acabar e estes cortes podem contribuir para reduzir o custo Brasil.
A rádio Jovem Pan mostrou no Jornal da Manhã a análise de Villa, Joseval e Denise sobre a crise dos combustíveis:




Um grande absurdo no Brasil que tem dimensões continentais é terem permitido o sucateamento das ferrovias, sendo que o transporte ferroviário pode reduzir consideravelmente o valor do frete. Para ler o artigo que escrevi sobre a integração dos meios de transporte, clique aqui!
O que deveria acontecer no Brasil é uma integração entre os meios de transportes conhecidos: Ferroviário, Rodoviário e Fluvial o que traria mais eficiência na logística nacional.
Matéria do Jornal da Manhã, apresentado pela Jovem Pan mostra que o combustíveis a R$9,99. Assista ao vídeo:





A greve dos caminhoneiros mostra bem a situação de crise que o Brasil vive, e a ineficiência dos políticos para resolver os problemas do país.
O Brasil precisa se reinventar e fundar novamente a República com gente séria e competente para governar e levar o país a um crescimento verdadeiro e consistente. 
O jornalista Joseval Peixoto comentou que o Brasil Travou no Jornal da Manhã apresentado pela rádio Jovem Pan, assista ao vídeo:





Os caminhoneiros não estão em greve só por causa do aumento absurdo no preço dos combustíveis, eles estão lutando pelo direito de trabalhar e sustentar de maneira digna suas respectivas famílias e lutando por um Brasil melhor. A greve da categoria mostra a seriedade da crise no Brasil e que se nada for feito por todos nós, corremos o risco de ter uma crise tão séria quanto a da Venezuela, será que temos tempo para esperar tanto assim para resolver a crise do Brasil? Os caminhoneiros tem meu apoio, eles estão totalmente certos na sua reivindicação!
O Jornalista Marco Antonio Villa comentou no Jornal da Manhã apresentado pela Jovem Pan Quem é que vai pagar a conta da crise dos combustíveis? Assista ao vídeo:





Blog Opinião do Franco Barni, há seis anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!




Twitter: @FrancoBarni



*Franco Barni

*Franco é jornalista há 22 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


A opinião dos leitores é sempre bem vinda, mas passarão pelo mediador. Comentários com palavras de baixo calão(palavrão) serão deletados. A opinião dos leitores não reflete necessariamente a opinião do blog. O blog não se  responsabiliza pela opinião de terceiros. Comentários sem identificação não serão aceitos e não serão publicados.


© 2018 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva

Liminar cassa benesse de ex-presidente Lula

"Só é teimosia se estiver errado. Se estiver certo é seguir seus princípios." Dr. House




Chega de festança com o dinheiro público!



Caros amigos e inimigos leitores,



Segundo informações da Agência de notícias  BBC Brasil, advogados do MBL (Movimento Brasil Livre) entraram com pedido  para retirar os privilégios do ex-presidente Lula.
As benesses e privilégios do ex-presidente petista por ter ocupado o cargo, eram o de ter oito auxiliares bancados pela União - leia-se pagos com dinheiro público, isto é, com o dinheiro do povo e, portanto, nós pagamos por isso! - dois motoristas (com os veículos), dois assessores pessoais e quatro seguranças.
O ex-presidente Lula - preso em Curitiba desde o dia 7 de Abril - com a decisão liminar (provisória) da 6ª Vara da Justiça Federal em Campinas que retirou o direito a esses assessores, sofreu mais uma derrota na Justiça. Vale lembrar que o MBL foi um dos principais movimentos mobilizadores que apoiou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Para ler a notícia sobre o assunto divulgada  pela BBC, clique aqui!








A lei que garante aos ex-presidentes o famigerado privilégio de ter assessores pagos com recursos federais é de 1986, editada durante o governo de José Sarney (MDB) -leia-se pago com dinheiro do povo  uma vez que os recursos federais provem dos impostos pagos com o dinheiro do cidadão brasileiro que trabalha duro - e de acordo com o  levantamento feito pelo Jornal Estado de São Paulo, em fevereiro do corrente ano,  eram mais de 40 assessores trabalhando para os ex-presidentes  da República, e que tem o custo anual de R$5,5 milhões para os cofres públicos -leia-se mais uma vez, não custa lembrar, para o cidadão.
Assista ao vídeo abaixo do programa Pingo nos Is apresentado pela rádio Jovem Pan, com o debate sobre o fim das regalias do presidente Lula:




Este famigerado e deplorável benefício, deveria ser eliminado para TODOS os ex-presidentes, junto com o famigerado e deplorável foro privilegiado e tantos outras benesses e mordomias que os políticos tem.
Toda a vez que se fala que é preciso acabar com o rombo nas contas públicas, os políticos falam em aumentar e criar novos impostos. Não senhores políticos, não é preciso aumentar e criar novos impostos. 
O que é preciso é acabar com todas as mordomias e benesses, penduricalhos e afins porque ai vai sobrar dinheiro e aí pode-se falar em reduzir alíquotas de impostos e acabar com tantos outros.
Se só esta benesse e mordomia - desnecessária e superflua por sinal - custa R$ 5,5 milhões, imaginem as outras benesses e mordomias quanto custam para o cidadão brasileiro. 
Assista ao vídeo da Jornalista Joice Hasselmann que comenta o fim das regalias do ex-presidente Lula:



É preciso que os movimentos sociais e todos os cidadãos brasileiros de bem se unam para por fim a tudo isso, inclusive cobrando a redução no número de senadores e deputados. Afinal, se temos 26 Estados e um Distrito Federal, somando o resultado é 27, então o número mais do que suficiente de Deputados (atualmente 513) e senadores (atualmente 81) é de 27.
Com a redução no número de parlamentares e funcionários no Congresso Nacional, reduzindo Ministérios a no máximo 12, quanto dinheiro seria economizado e que poderia ser usado e investido na Saúde de qualidade, na Educação de qualidade e na infraestrutura de alto nível?
Veja a notícia sobre o assunto do Jornal da Manhã apresentado pela Jovem Pan e o comentário do jornalista e professor Marco Antonio Villa:


O brasileiro precisa acordar e perceber que se o próprio povo não tomar a frente, nenhuma mudança vai acontecer de fato. Por conta própria s políticos vão fazer apenas mudanças aparentes que vão dar a impressão de que elas aconteceram, mas na verdade nada mudou.
É preciso acabar com esta famigerada e deplorável benesse para todos os ex-presidentes, sem exceção! O povo brasileiro não tem a obrigação de sustentar políticos, incluindo ex-presidentes. Precisamos por fim a todas essas mordomias e benesses dos políticos que são superfluas e desnecessárias e que só servem para aumentar o custo do Brasil. Para ler a notícia a respeito do assunto publicada no site Terra, clique aqui!



Blog Opinião do Franco Barni, há seis anos conquistando leitores no Brasil e no mundo!



Twitter: @FrancoBarni



*Franco Barni

*Franco é jornalista há 22 anos, foi colaborador Jornal Correio Mariliense,  escreveu no Jornal de Lins, foi colunista do Correio de Lins, Jornal da Moóca e Revista Tatuapé. Trabalhou na AgipLiquigás do Brasil como Assessor de Comunicação Social. Para conhecer meu currículo em detalhes, clique aqui


A opinião dos leitores é sempre bem vinda, mas passarão pelo mediador. Comentários com palavras de baixo calão(palavrão) serão deletados. A opinião dos leitores não reflete necessariamente a opinião do blog. O blog não se  responsabiliza pela opinião de terceiros. Comentários sem identificação não serão aceitos e não serão publicados.


© 2018 Blog do Franco Barni | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Divulga Lins | Designer Alêxs Silva